quinta-feira, 6 de março de 2008

A (Re)Descobrir...


Tigerland - Teste Final (2000):"Tigerland" é uma das últimas grandes obras do irregular realizador Joel Schumacher (autor de Batman e Robin, Tempo de Matar e Cabine Telefónica). Trata-se de uma produção de baixo orçamento que reflecte sobre um tema já muito focado pela indústria cinematográfica norte-americana, mas que mesmo assim consegue incutir-lhe outra roupagem. Contando com um elenco jovem e algo desconhecido na altura (este é um dos primeiros trabalhos de representação de Colin Farrell), Schumacher ensaia o desespero e a angústia de um grupo de jovens que tem de estar disponível para um universo que não lhes é totalmente perceptível: a guerra no Vietname. O título do filme está relacionado com um campo de treino onde esses soldados americanos podem encontrar um reflexo geográfico daquele que irão presenciar nas florestas vietnamitas. Com bons desempenhos e uma fotografia sufocante, "Tigerland" torna-se uma proposta irrecusável para quem aprecia diferentes perspectivas sobre a mesma temática. Cá foi lançado directamente em DVD...

13 comentários:

Izzi disse...

Vi este filme há uns anos na TV e adorei. Quando vi que tinha sido realizado por Schummacher fiquei surpreendida, pois, como dizes é irregular, mas até à altura só tinha visto coisinhas más...Mais tarde vi o tão popular "Cabine Telefónica", que gostei, mas sinceramente, depois de ter visto a série 24 não me impressionou assim tanto...

Izzi disse...

Bem, esta comparação do "Cabine telefónica" com 24 talvez não faça sentido, mas neste momento também não estou com cabeça para explicar... :)

looT disse...

Irregular foi sem dúvida um bom adjectivo para descrever Schummacher. Ora faz um filme muito interessante "cabine telefónica" ou então um (ainda não inventaram uma palavra para descrever o quão mau é este filme) "Batman and Robin".

Este gostava muito de ver parece-me que seja um dos seus melhores trabalhos. Este e um sobre vampiros com o Kiefer Sutherland.

Abraço

gonn1000 disse...

De facto não parece do mesmo realizador que fez coisas como "O Fantasma da Ópera", mas vi-o há uns anos e gostei muito. Está na lista dos filmes a rever um dia destes.

Red Dust disse...

A mim não me agradou tanto assim. Vou contra a maioria, portanto.

Dou nota 6/10.

Cataclismo Cerebral disse...

Izzi: Também o vi há alguns anos, num dos canais generalistas. É um excelente filme, sem dúvida. Também gosto muito de Cabine Telefónica e a comparação com 24 não é descabida: ambos adoptam o virtuosismo na realização e a fragmentação do ecrã.

Loot: Aconselho o visionamento do filme, acho que vale bem a pena. Esse filme dos vampiros com o Kiefer é o Lost Boys.

Gonn1000: Também já não o vejo há muito tempo e a televisão não faz um esforço para o exibir...

Red Dust: Todas as opiniões são válidas ;)

Obrigado e abraços!

halloween 77 disse...

Belo filme

Cataclismo Cerebral disse...

Afinal não é tão desconhecido como eu pensava... :)

isabela disse...

vi esse filme a muitos anos, e foi o primeiro que vi com Collin Farell, e admito que simplesmente me apaixonei por ele. pela fibra, atuação e todos os componentes dele que percebia-se atraves do personagem. eu particularmente adoro as produções do Joel, acho que ele tem um bom toque, mas alguns filmes ultimamente tem sido comerciais demais. Tigerland bate de frente com talvez o melhor tema em relação a guerra, o drama. De quem vai, de quem fica, e todas as expectativas e frustrações.

Cataclismo Cerebral disse...

O filme desenvolve muito bem a sua premissa e o Colin arranca uma interpretação surpreendente. Este é um dos melhores esforços de Schumacher, que nem sempre consegue levar o seu trabalho para campos muito estimulantes.

Cataclismo Cerebral disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
fes disse...

Um dos que tenho e que nunca vi. Agora já tenho uma desculpa maior.

Não compreendo como tantas vezes passei pelo o teu blog, e nunca fiquei mais tempo. Agora tou aqui há horas e não me canso.

Já estás nos favoritos! Impossível não estar. Parabéns e nunca deixes de escrever cinema! :)

Cataclismo Cerebral disse...

Fes: É um filme memorável, não o percas de vista ;) Obrigado pelas tuas palavras, são comentários assim que me incentivam a escrever sobre cinema.

Abraço