quarta-feira, 25 de julho de 2007

To Die For - Disposta a Tudo (1995)

Suzanne Stone é uma mulher disposta a tudo para encontrar o seus 15 minutos de fama. Toda a sua vida e objectivos circulam em torno da televisão e da exposição mediática, doa a quem doer. Quem não vê esta atitude com bons olhos é o seu simplório marido, que apenas deseja uma vida familiar pacata e feliz. Ao iniciar a sua profissão numa pequena emissora local, Suzanne começa desde logo a puxar alguns cordelinhos que a permitam escalar as montanhas do sucesso. Após alguns percalços no local de trabalho, lá consegue a autorização do patrão para realizar um documentário sobre a vida dos adolescentes. Suzanne centra-se nas vivências de 3 estudantes white trash, acabando por se envolver com um deles. Pouco tempo depois, tenta convencer o amante juvenil a "despachar" o seu marido! Cínico, negro e muito divertido, este filme de Gus Van Sant, realizado em 1995, é um excelente exemplo do poder e glamour que a televisão e o seu circo mediático exercem sobre os telespectadores. Mais uma vez, uma grande interpretação de Nicole Kidman, no papel da bitchy e destemida Suzanne, que lhe valeu um Globo de Ouro na categoria de Melhor Actriz de Comédia.

Classificação: 4/5

14 comentários:

Cataclismo Cerebral disse...

Hoje, RTP1, 23H30 :)

CP disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
CP disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
CP disse...

mas está a haver um ciclo Nicole Kidman? :P
Perdoai a pergunta provavelmente ridiculo mas de facto existe alguém que neste século ainda não tem Tv em casa...

Cataclismo Cerebral disse...

Sim, esta semana é dedicada à Nicole (excepto sexta feira).

Abraço

Betty Coltrane disse...

vou ver, vou ver!!!! :D

Maria del Sol disse...

Dás-me sempre boas notícias, Cataclismo :)

Vi o início há uns anos, mas nunca cheguei a ver o filme td, vai ser desta!

Baci

curse of millhaven disse...

hum...afinal até é bom. é que eu vi o anuncio no intervalo d'os outros, acho eu, e não me cativou.

Betty Coltrane disse...

adorei o final!!!! foi linda a vingança da família italiana. e depois a irmã a patinar por cima do cadáver dela.... sweet!!!!

Cataclismo Cerebral disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cataclismo Cerebral disse...

Maria: Espero q tenhas gostado!

Curse: Eu gosto muito deste filme. As promos na RTP1 nunca são grande coisa :(

Betty: O orgulho dela ao patinar naquele espaço é engraçadíssimo. É uma cena brilhante a encerrar um filme corrosivo!

Bjs

JHB disse...

Gostei muito, é o melhor desempenho de Joaquin Phoenix, um actor com quem não simpatizo muito. Quanto à Nicole Kidman para perceber a grande qualidade do seu desempenho basta comparar esta personagem à personagem de As Horas (o melhor desempenho feminio que já vi) e constatar a diferença abismal entre elas.

Gonçalo Trindade disse...

Um belo filme. É tal como dizes na tua crítica: negro e muito divertido. Gus Van Sant criou um filme com o tom perfeito para este tipo de história.
E a Nicole Kidman faz um excelente papel, sem dúvida.

Abraço!

Cataclismo Cerebral disse...

João: São registos diferentes. As Horas é um drama intimista, onde ela tem uma interpretação soberba. No Disposta a Tudo estamos no campo da comédia negra, onde ela tem de revelar alguma comicidade e cinismo. Mas não é por isso que a sua interpretação é menor... ;)

Gonçalo: É isso mesmo: o tom está perfeito! E sim, ela está muito bem nesta bitch Suzanne.

Abraços