sábado, 11 de agosto de 2007

Monster - Monstro (2003)

Centrando-se no percurso pessoal de Aileen Wuornos, Patty Jenkins assina uma curiosa primeira longa-metragem, que consagrou definitivamente o talento de Charlize Theron. Aileen, uma prostituta de estrada com um background tortuoso (abusou das drogas com tenra idade e foi mãe aos 13 anos), tornou-se a primeira mulher serial killer na história dos EUA, após um erro do destino a ter posto frente a frente com um cliente que a violou e torturou de forma sádica. Após essa tragédia, Aileen iniciou o seu trilho da morte, assassinando alguns dos seus clientes, roubando-lhes o dinheiro e escondendo os corpos nas matas. Na narrativa, ainda há espaço para avaliar a sua conturbada relação com a namorada Selby, muito bem interpretada por Christina Ricci. Por ser um primeiro trabalho atrás das câmaras, nota-se que a realização é extremamente discreta (mas segura) e o filme é visualmente muito escorreito, nunca querendo pender para o virtuosismo que observamos actualmente. Mas isso não é algo negativo; aliás, a melhor aposta que Patty Jenkins fez foi jogar pelo seguro, mover-se por aquilo que conhecia e dominava. "Monster" não cai nos choradinhos inconsequentes do costume, tem a habilidade de mexer com os sentimentos do espectador e consegue sempre afirmar uma postura de dignidade e de força dramática. Para isso, a contribuição de Charlize Theron é fundamental: ela não só não cria um "boneco", como na verdade veste literalmente a pele de Aileen e reveste-a com várias "camadas", tornando a sua composição rica em pormenores e profundidade. A actriz passou por um suplício, tendo de engordar 15 quilos, alterar a sua forma de andar e usar uma máscara de latex, por exemplo. Mas valeu a pena, pois transfigurou-se visualmente e interpretativamente, calando a boca de muitos críticos que ainda a censuravam por ser "uma modelo que se tornou actriz" e dando uma interpretação genuína e comovente. É depressivo e emocionalmente provocador, mas é muito bom!

Classificação: 4/5

3 comentários:

Cataclismo Cerebral disse...

O filme é exibido hoje, na RTP1, às 00h00.

Betty Coltrane disse...

este filme é absolutamente esmagador... um portento, adoro a prestação dela.

Sem palavras!

curse of millhaven disse...

tenho este cá em casa e ainda n vi.

:x