quarta-feira, 20 de junho de 2007

Fearless - Sem Medo de Viver (1993)


Morrer de Novo

"Fearless", realizado por Peter Weir, conta a história de Max Klein, um homem cuja vida se altera totalmente após sobreviver a um terrível desastre aéreo. A partir desse episódio tão marcante, Max passa a viver literalmente noutra dimensão, alienando-se de tudo e todos e assumindo até uma espécie de Complexo de Deus. A sua relação com a esposa e o filho começa a ficar seriamente afectada e Max parece apenas concentrar a sua atenção na ajuda a uma outra sobrevivente chamada Carla. Esta vive num permanente clima de dor e culpa, pois o seu bébé perdeu a vida nesse acidente. Max irá então tentar provar a Carla que seria impossível ela conseguir salvar a sua criança, por mais que tentasse. O filme não tem vergonha de assumir o seu lado metafísico e poético (que está devidamente protegido por um hábil argumento que não descura nem as suas personagens secundárias) e funciona como estudo da alienação e do medo. A estrutura da narrativa e a forma como alguns planos estão encadeados remete para um tipo de sensibilidade europeia e não para o modus operandi dos grandes estúdios de Hollywood. Justiça seja feita aos actores: temos oportunidade de constatar uma das melhores interpretações da carreira de Jeff Bridges e é-nos revelado ainda o enorme potencial dramático da então novata Rosie Perez. Destaque inevitável para duas cenas que marcam e arrepiam pela sua intensidade emocional: o episódio no centro comercial, onde Max e Carla são representados como anjos à deriva (nos quais poucos reparam) e ainda a cena do automóvel a alta velocidade, em que a teoria de Max é posta à prova.

Classificação: 4/5