sexta-feira, 22 de junho de 2007

Amarcord (1974)

Como eu gostei deste filme! Confesso que ainda não o tinha visto, mas ontem a bela da RTP1 lá me fez o favor de o exibir. Isto é mesmo uma obra prima do cinema italiano! Trata-se de um belo exercício de nostalgia, com alguns laivos de comédia burlesca e nuances políticas. Na Itália fascista, uma cidade costeira revela um conjunto de personagens muito caricatas: os jovens cuja sexualidade começa a despertar, a femme fatale da zona (Gradisca), a voluptuosa dona da tabacaria e Volpina (a prostituta sem rumo), entre outras. O filme consegue ser doce e bizarro, saudoso e cómico, tudo isto sem esquecer o lado da opressão política da época. É a homenagem do realizador, Federico Fellini, às memórias da sua infância e à sua terra natal. Como curiosidade, o título Amarcord advem da tradução fonética das palavras Mi Recordo, pronunciadas no dialecto de Emilia-Romagna, o local de nascimento de Fellini. Vencedor do Óscar de Melhor Filme Estrangeiro em 1975.

Classificação: 5/5

3 comentários:

Betty Coltrane disse...

Odeio-te! =/

Como gostava de o ter visto.... Mas estive a preparar uam apresentação até às 4 da matina.

Bem, outra oportunidade virá!

beijoca!!!!

Maria del Sol disse...

Subscrevo o que a Betty disse, tenho pena de não ter visto mas outros deveres se impunham... também tenho pena de ter perdido o "La Strada" na Cinemateca, que passou na Segunda-Feira, mas estou mesmo de pés e mãos atadas :S
Conhecer melhor a obra do grande Fellini é outra das lacunas que vou tentar superar este verão ;)

Bom fim-de-semana!

Björn Pål disse...

eu AMO este filme!