segunda-feira, 9 de junho de 2008

Ferris Bueller's Day Off - O Rei dos Gazeteiros (1986)

Um Dia em Grande!

Que é feito do talentoso argumentista e realizador John Hughes? Nos anos 80, Hughes era proclamado rei pela criação de filmes comerciais de grande qualidade que se direccionavam aos teenagers. Melhor ainda era a escrita do senhor, que sempre tratou a camada jovem com o que respeito que esta merece. Nos seus filmes, os adolescentes pensavam com inteligência, tinham problemas e no entanto não deixavam de ser muito divertidos, espontâneos e... reais! Lembremo-nos, por exemplo, do emblemático The Breakfast Club, o filme de Hughes que é uma autêntica pérola dos anos 80 e que representa bem a essência do "ser adolescente com miolos". Infelizmente essa época ficou perdida no tempo e actualmente somos presenteados com filmes teen pueris, irritantes e ocos. Apetece dizer: bons velhos tempos!

Ferris Bueller's Day Off toca num ponto nevrálgico de todos os que já passaram pela vida liceal. A saber: como arranjar desculpas para faltar às aulas e, mais importante, como aproveitar essas baldas da melhor forma possível? Ferris é o detentor das respostas. Decididamente o aluno mais popular da comunidade estudantil, Ferris é o típico miúdo com capa de santo à frente dos pais que na verdade é um mestre nas desculpas esfarrapadas para evitar um dia secante de matéria escolar. A sua popularidade é tal que todos o veneram e recorrem às suas artimanhas (a esquadra policial faz parte do grupo de fãs do jovem). Encostado à parede pelo número de faltas acumuladas, Ferris decide que já só se pode baldar um dia. E esse dia terá de ser memorável! Equipado com a namorada e com o perturbado amigo, Ferris decide aproveitar a "greve" ao máximo. O que ele não conta é com a perseguição obsessiva do director do liceu e da sua própria irmã, determinada a provar aos pais a verdadeira faceta de Ferris.

Esta é uma carta de amor à liberdade, à amizade e ao saborear da vida, antes da entrada definitiva no mundo dos adultos. Apesar de toda a loucura que é aqui semeada, o filme contém diálogos deliciosos e sentidos que reflectem o modo de pensar daqueles que se encontram nesta fase da vida. Ferris Bueller's Day Off foi um sucesso junto do público e crítica que deu a Matthew Broderick o papel que lhe lançou para o estrelato. Continua com uma imensa frescura, embora já se tenham passado 22 anos.


Classificação: 4/5

5 comentários:

Red Dust disse...

Para uma véspera de feriado é um filme bem lembrado. Será que alguém utilizou as tácticas de Ferris para se escapulir do trabalho? :)

Pelo menos, vi uns tantos Ferraris a passar... eh eh eh eh eh...

Dou 8/10.

Abraço.

o cara da locadora disse...

Aqui no Brasil esse filme é chamado de "Curtindo a vida adoidado" e é um clássico do Sessão da Tarde (programa que passa os filmes à tarde aqui, dã, rs)... Pergunta pra qualquer um aqui seu filme nostálgico preferido e saiba que essa será a responsta, fantástico...

Isabela disse...

Um clássico dos filmes teens.

Luís disse...

Grande Broderick! Tão desaproveitado actualmente. Este e o Glory são os seus melhores papeis!

Cataclismo Cerebral disse...

Red Dust: Eu gostava de ter tido a lata dele para me safar às aulas no secundário...

o cara da locadora: Não fazia ideia dessa popularidade do filme no Brasil. Boa escolha, devo dizer...

Isabela: Concordo ;)

Luís: Glory é excelente! Ele é bom actor, mas realmente está subaproveitado.

Abraços