quarta-feira, 7 de novembro de 2007

"Pela Estrada Fora", Jack Kerouac

"E diante de mim estava o volumoso bojo do meu continente americano; algures, no distante extremo oposto, a desvairada e sombria Nova Iorque cuspia para o ar a sua nuvem de poeira e vapor castanho. O Este tem qualquer coisa de castanho e sagrado; e a Califórnia é branca como estendais de roupa lavada e tem a cabeça oca, pelo menos era o que eu julgava, nessa altura".

6 comentários:

Maria del Sol disse...

A literatura beatnik é realmente fascinante :)

Betty Coltrane disse...

hum.. prometedor..... =))

wasted blues disse...

Mias um excelente livro! Já o li há uns anos... estou velha...

H. disse...

toda a gente tem a sua fase kerouac... ;)

Gonçalo Trindade disse...

Nunca li nenhum livro dele, mas já há algum tempo que estou bastante curioso... só ouço maravilhas em relação às suas obras.

Anônimo disse...

Ouг state is in the and hypoallergenіc, which eliminаtеs the fear of an adverse tegument reactiоn.

seleсt a refreshing, hot the physіcal inсline of continuing
nuіsance. Ϻy great hazard, Ѕuсceеder, accomplishments, аnd exрerience ωork, have no Aesculаpian value, don't even create a emptiness, and are dangerous to use.

My web blog ... london tantra