quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

Charlie e a Fábrica de Chocolate, de Tim Burton

Hoje, RTP1, 22H25.

6 comentários:

daniel disse...

e vai dar o anniversary party que aqui fizeste publicidade amanhã (vê lá como é a minha memória, não me esqueci). E vou ver se não perco, as tuas sugestões são sempre imperdíveis. Um abraço natalício! Do Charlie nem é preciso falar, é mais um portento do Tim Burton!

Maria del Sol disse...

Soube tão bem revê-lo... é o filme ideal para a época oficial da gulodice, que pode ser satisfeita imediatamente a seguir ao filme com os doces que sobram da Consoada ;)

wasted blues disse...

Aproveitei a pouca oferta (em casa dos meus avós continuam a existir 4 canais apenas) para o rever... e continuo a não gostar. Só gosto da primeira parte, com um ar Charles Dickens!

Pattie disse...

O Tim Burton é realmente o único realizador capaz de fazer justiça ao universo delirante de Roald Dahl. Infelizmente, porém, como fã dos livros, fiquei extremamente desiludida com o trabalho do Johnny Depp, que adulterou por completo a personagem de Willy Wonka, originalmente maquiavélica e Dumbledoriana :/
Na versão de 1971 ocorre-me exactamente o contrário: Gene Wilder é o Wonka que todos os fãs de Dahl imaginaram ao ler os livros pela primeira vez, mas o resto do filme (à excepção de Julie Dawn Cole, uma Veruca Salt com fabulosos requintes de sadismo) foge àquilo que faz parte do nosso imaginário. É claro que, para os muitos que só conheceram a história a partir do filme de Burton, a impressão que se ficou foi completamente diferente da minha...

Cataclismo Cerebral disse...

Daniel: Sei que o The Anniversary Party deu ontem, muito tarde, na RTP1. Se o viste, espero que tenhas gostado ;)

Maria, Wasted Blues e Pattie: Áinda não tinha visto esta versão de Tim Burton e confesso que gostei apenas razoavelmente. Creio que faltou aprofundar mais o aspecto da personalidade atípica de Willy e a sua conturbada relação com o pai. Queria também compreender melhor as razões para tanta clausura. Mas de resto é um delírio para a vista que se vê muito bem. Mas fiquei desiludido, sinceramente...

Abraço e beijos

Pedro Duarte disse...

Mais uma verdadeira prenda que a RTP nos ofereceu. Depp num dos seus melhores papeis (quanto a mim). Filme fantasticamente divertido, com bastante conteúdo... Um pequeno reparo : lembram-se quais foram as propostas da SIC(k) e da TVI para o Natal ? nem vos quero lembrar...