terça-feira, 27 de maio de 2008

RIP Sydney Pollack (1934 - 2008)

Fã confesso do período clássico do cinema hollywoodesco, Sydney Pollack dominou a arte do storytelling com uma perícia que serve de lição a todos aqueles que amam o cinema. As suas funções de actor, produtor e realizador permitiram-lhe desempenhar um papel activo na reinvenção de diversos géneros, ao mesmo tempo que lhe deram a oportunidade de participar em projectos de qualidade superlativa. Sempre atento às mutações da era contemporânea, Pollack nunca se esqueceu, no entanto, da importância vital da captura da sensibilidade das suas personagens. O seu legado é um marco fundamental constituído por obras inteligentes, sedutoras e inesquecíveis.

Alguns títulos de Pollack enquanto realizador:

- A Intérprete (2005)
- Encontro Acidental (1999)
- A Firma (1993)
- África Minha (1985)
- Tootsie - Quando Ele era Ela (1982)
- A Calúnia (1981)
- O Cowboy Eléctrico (1979)
- Os Três Dias do Condor (1975)


Alguns títulos de Pollack enquanto produtor:

- Michael Clayton (2007)
- Assalto e Intromissão (2006)
- Heaven - Por Amor (2002)
- O Talentoso Mr. Ripley (1999)
- Sensibilidade e Bom Senso (1995)
- Os Fabulosos Irmãos Baker (1989)
- Viver de Novo (1991)


Alguns títulos de Pollack enquanto actor:

- Michael Clayton (2007)
- A Intérprete (2005)
- De Olhos Bem Fechados (1999)
- Maridos e Mulheres (1992)
- O Jogador (1992)
- Tootsie (1982)

3 comentários:

Maria del Sol disse...

Não sabia desta notícia, leio-a aqui em primeira mão.É mesmo uma grande perda para o mundo do cinema. :(

Resta-nos recordá-lo através das suas contribuições que, como bem disseste, são muitas e de grande qualidade.

Isabela disse...

Mais uma grande perda para o meio artistico.

blueminerva disse...

Deixou uma marca no cinema e seguramente será lembrado pela positiva. "África Minha" nunca será esquecido por quem visionou.

Um abraço