quarta-feira, 4 de julho de 2007

J. K. Rowling

Confesso que nunca li nenhum dos livros da saga Harry Potter (não me conseguem fascinar, verdade seja dita) mas admiro a capacidade desta autora para fazer o impensável: colocar jovens em todo o Mundo a ler! Se os livros têm qualidade ou não, creio que não seja o ponto mais importante; criar o hábito de leitura desde tenra idade, isso sim, é algo de relevo e que se deve louvar. Portanto, muitos parabéns J.K Rowling!

5 comentários:

Betty Coltrane disse...

E por outro lado, os livros TÊM qualidade! =)

Acredita na palavra de uma fanática por ficção de fantasia!

É um bom exemplo, ao contrário do outro caso de sucesso meteórico desta década, Dan Brown, que não possui metade do talento que JK revela...

Bem lembrado!

João HB disse...

Pois eu já os li todos e alguns mais do que uma vez, fiquei sempre, e estou agora, ansioso pela saída do livro seguinte. É certo que não são grandes obras, isso é óbvio, mas que são bons livros, isso são. E nem sabes como fiquei chateado sempre que alguma personagem seguiu um rumo que não me agradou. (Só digo que esperei sempre que o Snape estivesse do lado certo.) :D

niskas disse...

Bem, não sou uma critica literária mas a minha irmã de 16 anos que até a saida destes livros nem lia a ragazza, conseguiu por-me a le-los e confesso que gostei mto...falta-me o ultimo que espero que ela compre e leia pr me emprestar...Ah e klaro, adoro os filmes...

curse of millhaven disse...

eu e o harry potter não nos podemos ver. não faço a mínima ideia se os livros são bons ou não, eu não consegui acabar o que comecei.
continuo a achar que os d'uma aventura são bem melhores para a criançada...

Pattie disse...

Eu gosto muito. Às vezes há um excesso de palha (alguns capítulos são autênticos celeiros!) mas são bastante bem escritos. Quem goste de literatura policial e de ir apanhando peças de puzzle à medida que a trama avança tem nestes livros um interessante exercício, em que ao reler a saga desde o princípio uma pessoa fica surpreendida ao descobrir pistas para algo que só acontece 3 ou 4 livros depois!