terça-feira, 23 de outubro de 2007

Michael Cunningham, "As Horas"

"Parecera o começo da felicidade, e às vezes, passados mais de trinta anos, ela ainda se sente chocada ao dar-se conta de que foi felicidade, de que toda a experiência se encontra num beijo e num passeio, na previsão de um jantar e de um livro."

6 comentários:

wasted blues disse...

Livro e filme poderosos. Adoro ambos!

JHB disse...

Grande, grande filme... Um dos meus preferidos, revejo-o frequentemente. O livro ainda não li.

Pattie disse...

Grande livro! A primeira vez que lhe peguei, já há uns bons aninhos, foi por "obrigação", já que tinha de fazer uma comparação com o Mrs. Dalloway, e tem estado na minha lista de favoritos desde então.

Betty Coltrane disse...

ainda não li... :(

shame on me....


beijocas!!

Cataclismo Cerebral disse...

Livro e filme são das obras primas que mais amo. Tudo é perfeito!

Bjs e abraço

daniel disse...

Michael Cunningham é genial! Oxalá quem escrevesse tivesse pelo menos metade da sensibilidade que ele tem, o mundo seria um lugar mais bem mais rico!